quinta-feira, 4 de abril de 2013

Qual a importância de ser religioso?


Muitas são as religiões existentes por todo o mundo. O Brasil tem o cristianismo entre a religião com maior potência predominante sobre sua nação. Um país devoto e com muita fé.
Contudo, o Brasil também é muito diversificado, abriga diversas religiões e crenças até mesmo dentro de um mesmo estado. Também há os ateus, não acredita e não se apega a nada.
A religião traz consigo não só o conteúdo espiritual, mas também muita disciplina, equilíbrio emocional, mansidão, motivação e perseverança.
Uma pessoa que não se apega a nada, não faz menção a uma ideologia é sujeita a “andar sem rumo”, podendo ocasionar frustração, pois não tem um alvo a seguir, a doença do século é a depressão.
Quando a pessoa não se apega a um objetivo, sente-se fracassada, sem valor intelectual, a tendência é que se isole, se esvazie de tudo e dá lugar a enfermidade, permitindo que a depressão tome conta de sua vida.
Quem adota uma religião procura seguir preceitos que crê que irá mudar hábitos, contribuir para uma disciplina, compaixão, o ato de ajudar outras pessoas favorece muito à saúde, o bem estar mental.
Praticar algo que se acredita faz com que a pessoa saiba o seu propósito De acordo com a revista Época 2009 a prática da oração oferece diversos benefícios, como reduzir a ansiedade e o estresse.
"Acreditar em Deus pode ajudar a acabar com a ansiedade e reduzir o estresse, segundo um estudo da Universidade de Toronto, no Canadá. A pesquisa, publicada na revista "Psychological Science", envolveu a comparação das reações cerebrais em pessoas de diferentes religiões e em ateus, quando submetidos a uma série de testes.
Segundo os cientistas, quanto mais fé os voluntários tinham, mais tranquilos eles se mostravam diante das tarefas, mesmo quando cometiam erros.
Os pesquisadores afirmam que os participantes que obtiveram melhor resultado nos testes não eram fundamentalistas, mas acreditavam que "Deus deu sentido a suas vidas.
Comparados com os ateus, eles mostraram menos atividade no chamado córtex cingulado anterior, a área do cérebro que ajuda a modificar o comportamento ao sinalizar quando são necessários mais atenção e controle, geralmente como resultado de algum acontecimento que produz ansiedade, como cometer um erro.
Grupos ateus argumentaram que o estudo não prova que Deus existe, apenas mostra que ter uma crença é benéfico.
Religiosos praticantes são mais centrados e disciplinados, sugere estudo. Versão secular do efeito, envolvendo “valores 'sagrados”, poderia funcionar.”
O autocontrole permite que a pessoa tenha maior consciência diante de problemas, situações difíceis e mantem a motivação e fé que no final tudo dará certo.
O desenvolvimento de valores deve nascer em casa, na família, grande base da nossa sociedade e a religião principalmente nos dias de hoje procura oferecer esse valores perdidos que estão desnorteando principalmente os jovens.
A religião permite alcançar a paz interior, através de meditação, autoanálise e alcançar equilíbrio, com isso se socializar mais, se envolver, conversar mais com as pessoas, pois está faltando o diálogo, a vida corrida não permite mais a comunicação muitas vezes com os mais próximos.
Realize uma análise e encontre aquilo que te faz bem e siga. Nascemos para trilhar um caminho. Descubra o seu!
fonte: ddsonline abril-2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Translate/tradutor