segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Candidatos Eleitos evangelicos para o congresso.

A bancada evangélica na Câmara conseguiu reeleger 53% de seus deputados, conforme apuração dos votos deste domingo (5) divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral.
Do total de 69 deputados que compõem a bancada, segundo dados de setembro deste ano da Frente Parlamentar da Família e Apoio à Vida, 37 se reelegeram. Deste total, 17 deputados partem para o terceiro mandato ou mais, ou seja, já foram reeleitos em pleitos anteriores. A presidente da frente, que abrange a bancada evangélica, deputada Fátima Pelaes (PMDB-AP), contudo, não foi reeleita.
Dos 69 atuais deputados evangélicos, nove não concorreram a nenhum cargo e cinco se candidataram a outros cargos, como governo e Senado.
No Brasil, os evangélicos representam 22,4% da população (uma em cada cinco pessoas), ante a cerca de 65% de católicos (três em cada cinco pessoas), segundo dados do Censo de 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Nestas eleições, o número de candidatos abertamente evangélicos (que usam nome na urna com expressões como "bispo", "pastor" e "missionário") cresceu 45% em relação a 2010. Três deputados com "pastor" no nome de urna foram eleitos.

Bancada de vários partidos

Segundo composição até setembro deste ano, a bancada tinha deputados de 17 partidos diferentes. A sigla com maior número de representantes era o PR (Partido da República), com 11 deputados – um dos integrantes é Anthony Garotinho, candidato ao governo do Rio de Janeiro.
Na sequência, com dez deputados, está o PSC (Partido Social Cristão), cujos principais representantes são o Pastor Everaldo, que concorreu à Presidência da República, e o pastor da Assembleia de Deus e já deputado Marco Feliciano.
O PRB (Partido Republicano Brasileiro), de Marcelo Crivella, bispo da Igreja Universal e candidato ao governo do Rio de Janeiro, tem oito representantes. Mesmo número de deputados do PMDB de Eduardo Cunha, líder do partido na Câmara, da Sara Nossa Terra, e de Fátima Pelaes, da Assembleia de Deus.
As igrejas com maior número de deputados na bancada até estas eleições eram a Assembleia de Deus, com 19 deputados, seguida da Igreja Batista, com dez. Com sete representantes cada uma estão as igrejas Universal do Reino de Deus e Presbiteriana.
Leia mais em: http://zip.net/brpM2j

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Translate/tradutor